Últimas Notícias
Alunos de São Gonçalo conhecem assentamento de produtores rurais


Alunos de São Gonçalo conhecem assentamento de produtores rurais

Estudantes da rede municipal aprendem sobre cultivo de alimentos

Com uma mesa repleta de frutas, legumes e produtos naturais, o assentamento de produtores rurais gonçalenses, em Monjolos, recebeu, nesta quarta-feira (26), a visita dos alunos das Unidades Municipais de Educação Infantil Maria Noêmia Lopes Pires e Pastor Militão Ramos de Oliveira para uma verdadeira aula prática.

O passeio comemorou o Dia do Agricultor e o Dia da Agricultura, ambos no mês de julho, e as crianças tiveram a oportunidade de conhecer a plantação, entender como as espécies são cultivadas e se deliciar com os produtos.

Estes produtores fazem parte da Associação de Produtores Rurais Assentados da Fazenda Engenho Novo (Aprafen) e da Cooperativa dos Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais (Coopafer) que, em atenção ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), já forneceram produtos para a merenda escolar da rede municipal de São Gonçalo.

Nesta semana, uma nova chamada pública será divulgada e os produtores rurais da Agricultura Familiar poderão se inscrever, pleiteando assim o fornecimento para a alimentação escolar.   

“A iniciativa é da Secretaria de Educação, em parceria com a Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Assuntos Portuários, e garante que pequenos produtores do município forneçam alimentos para a merenda escolar, seguindo as orientações do PNAE. É muito importante que os produtores gonçalenses fiquem atentos à chamada pública, para que possam participar e, assim, fornecer seus produtos para as escolas”, explicou a subsecretária de Alimentação Escolar, Pâmela Lemos.

A visita foi acompanhada pelo secretário de Educação, Maurício Nascimento, e pelo presidente da Aprafen e da Coopafer, Marco Antônio da Silveira, conhecido como Carrapato. Para o secretário, levar os alunos para conhecerem a produção rural do município é sempre proveitoso, já que estimula a alimentação saudável de forma leve e divertida.

“A visita permite que seja despertado nos alunos o gosto pela comida saudável e a vontade de cultivar o próprio alimento. Estar em contato com uma área rural e ter essa vivência dentro do próprio município onde eles moram é muito interessante. É um conhecimento que eles vão levar para o resto da vida”, disse o secretário.





Link Original