Últimas Notícias
Ecoponto é inaugurado em São Gonçalo


Ecoponto é inaugurado em São Gonçalo

Ação vai trazer benefícios para o meio ambiente, recursos para a população e economia aos cofres públicos

São Gonçalo deu um importante passo em relação à reciclagem e coleta seletiva de lixo. Nesta terça-feira (20), foi inaugurado o Ecoponto, no Barro Vermelho. O prefeito Capitão Nelson esteve presente, ao lado de empresários do ramo para apresentar o serviço à população, que já pode começar a utilizar o serviço e fazer a troca de resíduo por dinheiro.

Quem chegou ao local pôde realizar o cadastro, abertura de conta e já saiu de lá com o cartão onde será depositado o dinheiro digital. Os valores serão usados nos comércios locais.

O prefeito Capitão Nelson destacou que a importância do ecoponto vai muito além de preservar o meio ambiente.

“Estamos dando um grande passo hoje. Esse ecoponto é importante em todos os sentidos. Ele vai ajudar as famílias que não possuem uma renda. Vai ajudar a retirar o lixo das ruas. Vai ajudar na economia da coleta de lixo, porque hoje nós pagamos à empresa por tonelada de lixo recolhido. E esse dinheiro economizado pode ser investido em outras áreas da cidade. Vai ajudar os comércios locais que também vão lucrar. É uma cadeia produtiva formada no nosso município. Tirando os lixos das ruas, dos rios, alinhado às obras de infraestrutura que estamos fazendo em toda a cidade, a iniciativa vai ajudar demais a evitar as enchentes nos períodos chuvosos”, disse.

O consultor ambiental, responsável pelo Eccos, Edson Freitas, compartilhou como o lixo mudou sua vida e da sua família.

“Eu comecei como catador, com muita necessidade, sem emprego. Eu vi na lata do lixo a oportunidade de ganhar dinheiro. Com o que juntei recolhendo os resíduos, paguei a faculdade dos meus filhos. Eu me apaixonei pelo lixo e resolvi montar uma equipe para levar isso a todos. Educar, informar e mostrar que todo mundo pode. Quem não quiser o dinheiro, guarda o lixo, doa para um catador. Além de ajudá-lo, colabora também para manter o município mais limpo”, disse.

O Ecoponto surgiu a partir da Meta 18 do Plano Estratégico Novos Rumos, desenvolvido pela Secretaria de Gestão Integrada e Projetos Especiais. O deputado estadual, Douglas Ruas, lembrou que a equipe envolvida trabalhou muito para fazer o projeto acontecer.

“Quero parabenizar a todos por essa iniciativa. É uma alegria ver mais uma das nossas metas do Plano Novos Rumos saindo do papel. Ninguém imagina o tamanho da burocracia do sistema público. E o Edson Leal, secretário de Conservação, encarou isso e fez acontecer. Nosso ganho ambiental vai ser imenso. A cidade vai perceber isso com o tempo. Aqui estamos dando a oportunidade para muitas famílias conseguirem entrar em um mercado e levar o alimento para casa. É uma conquista grandiosa”, disse.

A ação, que é uma iniciativa da campanha “Limpa São Gonçalo”, desenvolvida pela Secretaria de Conservação da Prefeitura de São Gonçalo, terá o apoio da Secretaria de Assistência Social, que vai emitir a documentação necessária, caso a pessoa não tenha, para que ela seja cadastrada e sua conta digital seja aberta. Quem chegar ao local e tiver interesse de realizar a troca, deverá se cadastrar e abrir uma conta digital. O material entregue será revertido em crédito para o gonçalense, uma espécie de moeda social, que vai poder ser usada em estabelecimentos parceiros cadastrados.

Barbara Cruz, catadora e moradora do Boaçu, foi a primeira pessoa a pesar o lixo e receber a recarga no cartão. Ela levou dois sacos com garrafa Pet e se emocionou com a iniciativa.

“Fico muito emocionada porque isso aqui é uma oportunidade não só pra mim, mas pra muitas famílias que estão sem renda. Muita gratidão a todos os envolvidos e que outras pessoas possam ser ajudadas com essa ação”, disse.

No Ecoponto, serão aceitos materiais recicláveis de plásticos (garrafas PET, potes, embalagens de plástico em geral), papéis (jornais, revistas, folhetos, caixas de papelão, embalagens de papel), vidros (potes de alimentos, garrafas, copos, cacos de vidro), metais (latas de alumínio, latas de aço, pregos, tampas, panelas de alumínio, cobre, ferro), eletros (aparelhos de televisão, computadores, celulares, eletrodomésticos, rádios, geladeira, microondas), e óleo de cozinha vegetal usado.

O equipamento terá capacidade para receber até 20 toneladas de resíduos por mês. O local também vai promover ações educativas sobre reciclagem e meio ambiente. 

Estiveram presentes no evento Leonardo Silva, coordenador da empresa Novelis, a maior indústria de reciclagem de alumínio do mundo; Rildo Ferreira, diretor comercial da Massfix, a maior empresa de reciclagem de vidro do Brasil e a 5ª maior do mundo; Márcia Ramalho de Assis, gerente geral da Caixa Econômica Federal; Marcelo Freitas, diretor geral do Eccoponto; Anice Torres, diretora geral do Centro de Reciclagem Rio; Emanuel Guaracy, diretor da Dover Roll, marca de plástico reciclado; Maurício Campos, gerente comercial da Valgroup, indústria de reciclagem pet; Fernando Coelho, Charles Machado, Josias Pereira, Valdir Soares, representantes da Associação Nacional da Cadeia Produtiva da Reciclagem.

Também prestigiaram a inauguração do Ecoponto os secretários municipais de Conservação, Edson Leal; de Gestão Integrada e Projetos Especiais, Maria Gabriela Bessa,; de Turismo e Cultura, Julia Sobreiro; de Educação, Mauricio Nascimento; de Desenvolvimento Econômico, Márcio Picanço; de Comunicação Social, Alexandre Coutinho; o chefe de Gabinete da Prefeitura, Eugênio Abreu; o Major Felipe Assunção, subsecretário de Defesa Civil; além dos vereadores Cici Maldonado, Patrícia Silva, Tião e Mariangela Valviesse.





Link Original