Últimas Notícias
EUA: maior entidade LGBTQ critica avanço de legislações conservadoras

A Human Rights Campaign, maior organização de defesa dos direitos LGBTQ dos Estados Unidos, declarou seu primeiro estado de emergência nacional, citando a proliferação de legislações em assembleias estaduais em todo o país que visam regular a vida de pessoas queer.

A HRC disse que mais de 70 projetos de lei que o grupo considera anti-LGBTQ foram aprovados nas câmaras estaduais apenas nesta sessão legislativa, o dobro do recorde anterior do ano passado. Cerca de 525 projetos de lei foram apresentados, praticamente todos por republicanos, incluindo mais de 220 que atingem pessoas transgênero, disse a HRC.

O número de tais projetos de lei apresentados tem aumentado constantemente nos últimos anos, passando dos 115 em 2015, disse a HRC.

Como resultado, mais famílias com membros LGBTQ têm sofrido ameaças, com algumas optando por se mudar para lugares mais seguros, informou a organização, citando dados de pesquisas e histórias de pais.

A HRC citou o guia Saiba antes de ir, para orientar pessoas LGBTQ antes de viajar sobre as crescentes leis estaduais.

A presidente da organizção, Kelley Robinson, classificou a Flórida, o Tennessee e o Texas como os Estados mais hostis, dizendo que o governador da Flórida, Ron DeSantis, havia usado “sua posição como arma”.

“Essas leis são alimentadas por um establishment republicano anti-LGBTQ+ – e grupos extremistas bem financiados e coordenados, como a Alliance Defending Freedom, Heritage Foundation e a Family Policy Alliance – insistem em tentar controlar nossas famílias e vidas”, disse Kelley Robinson em um comunicado.

*É proibida a reprodução deste conteúdo

, Daniel Trotta – Repórter da Reuters

Fonte: Agencia Brasil