Últimas Notícias
Prefeito Axel Grael celebra conquistas da paratleta niteroiense Carol Basílio – Prefeitura Municipal de Niterói


A ex-atleta da seleção brasileira de futebol feminino Carol Basílio é um exemplo de superação e conquistas através do esporte. Após um acidente em 2010, a niteroiense se destacou como paratleta da natação, vôlei sentado, handebol, parapente e, agora, aos 40 anos, enfileira títulos no halterofilismo adaptado na categoria até 53 quilos. Nesta segunda-feira (15), o prefeito de Niterói, Axel Grael recebeu Carol Basílio. Juntos, eles celebraram as conquistas.

“A Carol é um exemplo de superação e um orgulho da nossa cidade, tanto no esporte como em cidadania, já que ela atuou durante um período na Secretaria de Acessibilidade de Niterói e fez um excelente trabalho. É uma satisfação muito grande para nós vermos o crescimento constante da Carol e o que ela tem conquistado a cada dia. Seguiremos na torcida para que ela ganhe uma vaga na paraolimpíada de Paris”, ressaltou o prefeito Axel Grael.  

Na categoria até 53 quilos do halterofilismo adaptado, Carol Basílio já conquistou o campeonato mundial e o brasileiro. Ela ganhou também em 2023 o Brasileiro Open, em que disputou com atletas sem deficiência. Em março, ela vai para Paris disputar novamente uma etapa do mundial, onde poderá se credenciar a participar dos jogos paralímpicos.  

“Eu tenho uma vida inteira dedicada aos esportes. Eu pratico esportes desde os três anos de idade. Infelizmente, sofri um acidente e, a partir daí, percebi que o esporte é o maior veículo de transformação do ser humano. Como meu corpo tinha memória e o cérebro quis ir, o corpo deu continuidade à ação. Falei, é isso, então, seguir esse caminho. É óbvio que eu vivo uma realidade totalmente diferente, uma mulher de 40 anos, mãe, dona de casa, tem uma outra conduta daquela adolescente que tinha aquele gás todo, mas, enfim, a gente vê que 90% do que a gente consegue está na nossa vontade de vencer”, diz Carol Basílio.

Superação – Depois de jogar na seleção brasileira de futebol feminino, Carol Basílio viu sua vida mudar, em abril de 2010, quando sofreu um grave acidente de trânsito, em Niterói, ao ter sua motocicleta atingida por um motorista alcoolizado que dirigia em alta velocidade. Em decorrência do acidente, Carol teve suas pernas amputadas, encerrando de forma traumática sua carreira como capitã da seleção brasileira de futebol feminino, onde atuou ao lado de grandes nomes, como Marta e Cristiane.

Apesar das adversidades, ela teve resiliência para reescrever sua história. Após o acidente, ela seguiu no esporte, se destacou como paratleta da natação e conquistou diversas medalhas em competições nacionais. Apesar do sucesso nas piscinas, ela decidiu se aventurar em novos desafios, praticou remo, vôlei sentado, handebol, parapente e halterofilismo adaptado.