Últimas Notícias


São Gonçalo reforça distribuição de preservativos no Dezembro Vermelho

Município alerta para necessidade de prevenção do HIV/Aids 

A coordenação do Programa de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs/Aids) e hepatites virais da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo oferece serviços para a população durante todo o ano. Neste mês, quando é realizada a Campanha Dezembro Vermelho – para lembrar sobre a prevenção do HIV/Aids e outras ISTs – a coordenação reforça a divulgação das ações, como a realização de testes rápidos para detectar as infecções e a distribuição de camisinhas feminina e masculina.      

A popular camisinha, muito além do vírus HIV/Aids, protege contra uma série de ISTs e ainda evita a gravidez indesejada. Ela é o primeiro método para evitar a contaminação de várias doenças. A secretaria realiza a distribuição dos preservativos (masculino e feminino), gratuitamente, em todos os postos de saúde durante todo o ano. Não é necessário ser paciente da unidade ou ter qualquer cadastro. Basta retirar nas unidades sem limite de quantidade.

O teste rápido para detectar as ISTs (HIV, hepatites virais ou sífilis) também está disponível em todos os postos de saúde (com exceção das Unidades de Saúde da Família de Neves e Colubandê). Qualquer pessoa pode fazer o teste rápido, que é realizado a partir de uma amostra de sangue e o resultado fica pronto em até 30 minutos. O mesmo teste também é utilizado para diagnóstico inicial de sífilis, hepatite B e hepatite C. 

 “É recomendado que o teste rápido para HIV seja feito após 30 dias do comportamento de risco, como relação sexual desprotegida ou uso de drogas injetáveis. Testes realizados antes desse período podem dar resultados falsos”, disse Monique Gonzalez, coordenadora do Programa IST/Aids e Hepatites Virais da Policlínica Gonçalense de Referência para Doenças Crônicas e Transmissíveis. 

Quando o resultado dá positivo, é necessário realizar um exame laboratorial para confirmar a presença do vírus HIV e a sua quantidade, o que é essencial para iniciar o tratamento. Quando o resultado dá negativo, as pessoas que tiveram comportamento de risco devem repetir o teste após 30 e 60 dias para se certificar do resultado.

 “No caso do teste positivo, a pessoa é encaminhada diretamente para aconselhamento, onde terá informações sobre a infecção pelo vírus, doença e sobre o tratamento que deverá ser iniciado. No tratamento, a pessoa é acompanhada por uma equipe composta por enfermagem, assistente social, psicólogo, nutricionista e pediatra para as crianças expostas ao HIV”, finalizou Monique.

Os testes são realizados nos postos de saúde de segunda-feira à sexta-feira, das 8h às 17h (exceto feriados). Os quatro polos sanitários – Hélio Cruz, Alcântara; Dr. Augusto Sena, Rio do Ouro; Paulo Marques Rangel, no Porto do Rosa; e Jorge Teixeira de Lima, em Jardim Catarina – também realizam os testes, sempre de segunda à sexta, das 8h às 17h. Já o Washington Luiz, Zé Garoto, faz o exame às quartas, das 8h às 17h.

Os exames ainda podem ser feitos na Policlínica Gonçalense de Referência para Doenças Crônicas e Transmissíveis, na Parada 40, de segunda à sexta, das 8h às 17h; e Clínica da Família Dr. Zerbini, no Arsenal, que funciona de segunda à sexta, das 8h às 22h, e aos sábados, das 8h às 13h.

     Unidades com tratamentos, de segunda a sexta, das 8h às 17h

HIV:

  1. Policlínica Gonçalense de Referência para Doenças Crônicas e Transmissíveis, Parada 40;
  2. Polo Sanitário Hélio Cruz, Alcântara;
  3. Clínica da Família Dr. Zerbini, Arsenal.

Hepatite B e C:

  1. Policlínica Gonçalense de Referência para Doenças Crônicas e Transmissíveis, Parada 40; 
  2. PAM Alcântara (marcação às sextas);

Sífilis:

  1. Polo Sanitário Hélio Cruz, Alcântara;
  2. Polo Sanitário Jorge Texeira de Lima, Jardim Catarina;
  3. Polo Sanitário Paulo Marques Rangel, Porto do Rosa;
  4. Polo Sanitário Washington Luiz Lopes, Zé Garoto;
  5. Polo Sanitário Augusto Sena, Rio de Ouro;
  6. Clínica Municipal Gonçalense do Barro Vermelho;
  7. Clínica da Família Dr. Jardel do Amaral, Venda da Cruz;
  8. Clínica Municipal Gonçalense do Mutondo;
  9. Clínica Municipal Euryclides de Jesus Zerbini, Arsenal;
  10. Policlínica Gonçalense de Referência para Doenças Crônicas e Transmissíveis, Parada 40.

Locais de Atendimento da Prep (sem marcação: de segunda a sexta, das 8h às 17h)

  1. Policlínica Gonçalense de Referência para Doenças Crônicas e Transmissíveis, Parada 40;
  2. Polo Sanitário Hélio Cruz, Alcântara;
  3.  Clínica da Família Dr. Zerbini, Arsenal.

Locais de Atendimento da PEP (sem marcação: de segunda a sexta, das 8h às 17h)

  1. Polo Sanitário Hélio Cruz, Alcântara
  2. Polo Sanitário Washington Luiz Lopes, Zé Garoto
  3. Polo Sanitário Augusto Sena, Rio do Ouro
  4. Polo Sanitário Paulo Marques Rangel, Portão do Rosa
  5. Polo Sanitário Jorge Teixeira de Lima, Jardim Catarina
  6. Clínica Gonçalense do Mutondo
  7. Clínica Gonçalense do Barro Vermelho
  8. Clínica da Família Dr. Zerbini, Arsenal
  9. Policlínica Gonçalense de Referência para Doenças Crônicas e Transmissíveis

Urgência e Emergência, diariamente após 17h

  1. Pronto Socorro Central, Zé Garoto
  2. Pronto Socorro Infantil (PSI), Zé Garoto – crianças até 14 anos
  3. Umpa de Nova Cidade
  4. Umpa do Pacheco



Link Original