Últimas Notícias
Acidente deixa 10 mortos na Austrália e motorista é acusado

Um homem foi acusado por dirigir perigosamente nesta segunda-feira (12), depois que pelo menos 10 convidados de um casamento morreram quando o ônibus em que viajavam sofreu o pior acidente de ônibus da Austrália em 30 anos, informou a polícia.

Vinte e cinco pessoas ficaram feridas no acidente, por volta das 23h30 desse domingo, perto da cidade de Greta, cerca de 180 km a noroeste de Sydney.

O ônibus, com 35 passageiros, saiu da estrada e capotou em uma rotatória após um casamento na região de Hunter, área rural famosa por seus vinhedos e locais para casamentos.

A polícia disse que o motorista, um homem de 58 anos, foi levado ao hospital para testes obrigatórios de drogas. A fiança foi recusada e ele deve comparecer ao tribunal nesta terça-feira (13).

O primeiro-ministro australiano, Anthony Albanese, manifestou “profundas condolências” às famílias das pessoas mortas e feridas.

“Todos nós conhecemos a alegria de ir a um casamento, são alguns dos momentos mais felizes que você pode ter. Para um dia alegre como esse, em um lugar bonito, terminar com uma terrível perda de vidas e ferimentos é muito cruel, triste e injusto”, disse Albanese a repórteres.

A comissária de polícia de New South Wales, Karen Webb, afirmou que a polícia está tratando o caso como um acidente com um único veículo e que a causa pode não ser conhecida por algum tempo.

Os dois piores acidentes de ônibus no país foram colisões frontais com dois meses de diferença em 1989, que mataram 35 e 21 pessoas, ambos no estado de New South Wales.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.

, Renju Jose – Repórter da Reuters

Fonte: Agencia Brasil