Últimas Notícias
Brittney Griner é solta após troca de prisioneiros entre Rússia e EUA

Quase dez meses após ter sido presa na Rússia por porte ilegal de drogas (óleo de cannabis), a bicampeã olímpica de basquete Brittney Griner foi solta nesta quinta-feira (17), de acordo com publicação do presidente dos Estados Unidos Joe Biden no Twitter oficial da Casa Branca. Segundo ele, a libertação da estrela da WNBA  foi possível após troca inédita de prisioneiros: o governo norte-americano libertou o ex-integrante do exército russo Vikor Bout, preso há 10 anos no país, condenado por tráfico de armas. A troca dos prisioneiro teria ocorrido no aeroporto de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, que ajudaram nas negociações.  

“Ela está segura, está no avião a caminho de casa”, afirmou Joe Biden na rede social, depois de conversar com Griner ao telefone, ao lado de Cherelle Griner, esposa da atleta.

A jogadora foi detida em 17 de fevereiro deste ano no aeroporto Sheremetyevo, em Moscou,  com cartuchos de vaporizador com óleo de cannabis na bagagem.  A substância é considerada ilegal na Rússia para fins medicinais e recreativos. A detenção de Griner ocorreu logo após a invasão militar russa na Ucrânia. Em agosto a atleta foi condenada a nove anos de prisão, e teve recurso contra a sentença negado em outubro.

Uma hora após o anúncio na rede social, Joe Biden fez pronunciamento na Casa Branca sobre a libertação de Griner.

 “Ela está segura, está em um avião, está voltando para casa depois de meses sendo detida injustamente na Rússia, mantida sob circunstâncias intoleráveis. Este é um dia pelo qual trabalhamos há muito tempo. Nunca paramos de pressionar por sua libertação”, revelou .

A presidente da Associação Norte-Americana de Basquete Feminino (WNBA, sigla em inglês), Cathy Engelbert, também publicou nota oficial no site da entidade saldando a libertação da bicampeã olímpica.

“Não houve um dia nos últimos dez meses em que todos nós não tivéssemos Brittney Griner em nossas mentes e em nossos corações e isso agora se transformou em uma onda coletiva de alegria e alívio sabendo que ela logo se reunirá com ela. família, a comunidade de jogadores da WNBA e seus amigos. BG demonstrou coragem e dignidade extraordinárias diante de enormes adversidades. A WNBA agradece imensamente ao governo Biden, ao enviado especial do presidente para assuntos de reféns e a todos aqueles que contribuíram para trazer BG para casa hoje. Nossa esperança é que Paul Whelan e todos os americanos detidos injustamente voltem para casa com segurança e o mais rápido possível”.

, Agência Brasil

Fonte: Agencia Brasil