Últimas Notícias
Niterói avança em política pública de saúde mental  – Prefeitura Municipal de Niterói


A Prefeitura de Niterói inaugurou, nesta sexta-feira (17), as novas sedes do Centro de Atenção Psicossocial Álcool Outras Drogas Alcenir Veras (CAPS-AD 24 horas) e do Centro de Cultura e Convivência de Niterói (CCCN) Dona Ivone Lara, ambas no Fonseca. O CAPS-AD 24 horas agora oferece atendimento ininterrupto, incluindo finais de semana e feriados. Localizada em um espaço amplo, o centro conta com áreas destinadas a atividades ao ar livre, espaço para oficinas de culinária, música e artesanato como forma de envolver os pacientes.

A secretária municipal de Saúde, Anamaria Schneider, destacou a importância da entrega das duas unidades e reforçou que o novo CAPS AD III é uma resposta às necessidades crescentes de uma assistência integral em saúde mental na cidade.

“São entregas muito importantes e que possuem espaços adequados para o acolhimento e atendimento, além do trabalho de integração e socialização dos usuários da saúde mental e seus familiares. Esse momento simboliza o esforço contínuo da Prefeitura de Niterói em promover saúde, cultura e bem-estar para seus cidadãos”, enfatizou Anamaria Schneider.

O CAPS AD, voltado para o atendimento de adultos, possui 734 usuários cadastrados. As equipes realizam acolhimento, atendimento em crises, atendimento multidisciplinar aos usuários e familiares, oficinas terapêuticas, oficinas de geração de renda, oficinas de práticas corporais, redução de danos, atividades territoriais, oferta de lazer e cultura.

A nova sede do CAPS AD III Alcenir Veras da Silva possui oito leitos de acolhimento noturno para situações de maior complexidade, o que representa uma nova fase no cuidado extra-hospitalar em saúde mental. O nome da unidade é uma homenagem ao profissional Alcenir Veras da Silva, um pioneiro na área de redução de danos em Niterói, cujo legado continua a inspirar a prática de saúde mental na comunidade.

Luciano Apúlio frequenta o CCCN há um ano e elogiou a iniciativa. “Comecei a frequentar o Centro de Convivência no final do ano passado e sempre gostei bastante. Com a inauguração desse novo local, teremos mais espaço para nossas atividades e já me sinto mais à vontade aqui. Pelo que eu vi até agora está perfeito”, explicou Luciano.

Pedro Lima, diretor-geral da FeSaúde e responsável pela gestão da Rede de Atenção Psicossocial de Niterói, comentou sobre a apresentação. “O trabalho tem como fundamentos a assistência e o cuidado das pessoas em população de rua a partir do cuidado integral, singular e técnico capacitado. A abordagem se dá via equipe de Atenção Psicossocial dentro da lógica da redução de danos e do cuidado em liberdade, direção essencial da política nacional de Saúde Mental”, afirmou Pedro Lima.

A nova unidade do Centro de Cultura e Convivência de Niterói Dona Ivone Lara será um polo vibrante de criatividade e expressão. Equipada com salas para oficinas de arte e culinária, a unidade oferece um ambiente propício para o desenvolvimento de habilidades e a promoção da interação social. As principais atividades desenvolvidas pelo Centro de Convivências são as oficinas artísticas Musicar-se e Imaginação e Artesanato; a oficina de lazer assistido Encontrarte; a oficina corporal Corpo em Movimento; além de oficinas de geração de renda e Grupo de Apoio ao Trabalho.

A escolha do nome Dona Ivone Lara é uma homenagem à notável trajetória dessa artista e profissional de saúde mental. Antes de se consagrar como uma das maiores sambistas do Brasil, Dona Ivone Lara se dedicou à saúde mental, atuando no Centro Psiquiátrico Nacional D. Pedro II, no Engenho de Dentro, sob a supervisão da renomada médica Nise da Silveira. Sua história, marcada pela superação após ficar órfã ainda jovem, é uma inspiração. Dona Ivone Lara formou-se em Enfermagem pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) e iniciou sua carreira no Engenho de Dentro aos 25 anos, onde trabalhou por três décadas. Sua contribuição ao campo da saúde mental e sua paixão pela música fazem dela uma figura emblemática, que simboliza a união entre arte e cuidado humano.

Foto: Bruno Eduardo Alves