Últimas Notícias
Obras de contenção garantem segurança em comunidades de Niterói  – Prefeitura Municipal de Niterói


Obras de contenção de encostas salvam vidas. Isso foi comprovado no último sábado, em Niterói, quando a cidade recebeu, em apenas uma hora, 80% da quantidade de chuvas previstas para o mês inteiro. Apesar do enorme volume de água, comunidades que, historicamente, sofriam com deslizamentos, permaneceram em segurança. 

Somente em 2023, a Empresa Municipal de Moradia, Urbanização e Saneamento (Emusa) investiu R$ 236 milhões em mais de 80 obras de contenção de encostas em diversos pontos de Niterói. Dessas, 57 já foram 100% concluídas. Desde 2013, os investimentos superam R$ 500 milhões. 

No Morro do Estado, região Central de Niterói, onde foram entregues cinco pontos de contenção no ano passado, não houve qualquer ocorrência grave. Moradora da comunidade, a dona de casa Ana Elizabeth Lopes, 60 anos, que teve sua casa interditada após as fortes chuvas de 2010, desta vez, pode dormir tranquila. 

“Antes da contenção, era um grande desespero quando chovia. Em 2010, a área da minha casa foi muito afetada com a queda de um barranco e tivemos de sair. Precisei alugar um local para morar por um período. Agora, com essa contenção da Travessa São Sebastião, ficamos seguros”, lembra Ana. 

Na mesma comunidade, Raimundo Araújo, dono de uma loja de bebidas nas proximidades da Rua Jornalista Moacir Padilha, reforçou a importância das obras de contenção no Morro do Estado. 

“Moro aqui há 20 anos. Essa contenção da encosta foi um grande benefício. Antes, quando chovia, era um verdadeiro Deus nos acuda. Na última chuva, não precisei sair. Caiu muita água, mas dormimos em casa”, afirma Raimundo. 

Na Região Oceânica, a Rua José Luis Erthal, na comunidade do Caniçal, em Piratininga, recebeu obras de contenção de encostas e a implementação de novas canaletas de drenagem. O local também foi beneficiado com a revitalização dos acessos e instalação de guarda-corpo. 

Cleide Santos, dona de casa de 55 anos, mora logo à frente de uma das contenções na José Luis Erthal e lembra de como era viver na região antes das intervenções. 

“Moro aqui no Caniçal há mais de 50 anos e, em dias de chuva forte, minha filha e eu ficávamos sempre muito preocupadas, pois, como tenho problema no joelho, era mais complicado sair daqui. Graças a Deus, com essa obra concluída, pudemos ficar seguras em casa”, comemora Cleide. 

Das mais de 80 obras de contenção de encostas realizadas pela Emusa em 2023, 57 já estão concluídas em 21 bairros. Jurujuba recebeu o maior número de contenções. Ao todo, 19 pontos de intervenção estão em andamento na região. Na Rua Lauro Sodré, foi utilizada uma técnica diferenciada: além do solo grampeado, uma manta de fibra de coco foi instalada pois, além de proteger, preserva o paisagismo do local. Já a Travessa José Maurício recebeu solo grampeado, concreto projetado e drenagem. 

O bairro do Maceió tem dois pontos com obras concluídas: na Estrada Nossa Senhora de Lourdes e no Campo do Barreira. Foram executados cortina atirantada e solo grampeado verde em três pontos, além de um novo acesso e calçada para os moradores, escada hidráulica e a colocação de guarda-corpo. 

Já no Fonseca, a Avenida João Brasil, uma das mais movimentadas vias da região, foi contemplada com uma contenção que utiliza técnicas personalizadas para impedir a queda de grandes blocos e lascas de rochas. Uma estrutura de telas de aço de alta resistência auxilia no trabalho de deformação da rocha no caso de desprendimento, além de todo de perfuração de rochas para a colocação de tirantes e contrafortes. No mesmo bairro, em frente ao Hospital Getulinho, outra obra de contenção foi entregue em 2023, garantindo segurança a quem mora e transita na região. 

As ações são realizadas de acordo com um minucioso trabalho de análise que segue o Plano de Gerenciamento e Prevenção de Riscos, e também integram o eixo Clima e Resiliência do Plano Niterói 450 anos, que tem como objetivo promover dignidade e garantir qualidade de vida por meio da defesa do clima. 

Atualmente, outras 26 frentes de contenção de encostas estão em andamento nos bairros do Badu, Barreto, Cantagalo, Caramujo, Santa Bárbara, Santa Rosa, Preventório, Morro do Palácio, Morro do Estado, Sapê e Viçoso Jardim.