Últimas Notícias
Prefeitura inaugura novos ambulatórios do Hospital Miguel Couto – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro


O hospital abriu dois novos ambulatórios, de neurologia e de cardiologia – Edu Kapps/SMS-Rio

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) inaugurou, nesta terça-feira (9/4), as novas instalações do Hospital Municipal Miguel Couto (HMMC), no Leblon. Uma das maiores emergências do município, o hospital abriu dois novos ambulatórios, de neurologia e de cardiologia, e recebeu uma revitalização completa. O objetivo é oferecer mais conforto aos pacientes e mais recursos à equipe médica, além de ampliar a cartela de serviços disponíveis à população e reforçar o cuidado a casos que necessitarem de acompanhamento prolongado.

As melhorias trazem benefícios a toda a rede municipal de saúde, já que os novos ambulatórios atuam não só no acompanhamento de casos atendidos pelo próprio hospital, mas também no atendimento a pacientes em fila para consultas e procedimentos especializados no Sistema de Regulação (Sisreg). Além das unidades de neurologia e cardiologia, a unidade abriu um ambulatório de exames cardiológicos exclusivo para o Sisreg, com oferta de teste ergométrico, ecocardiografia transtorácica e doppler arterial e venoso. E inaugurou também uma sala dedicada ao serviço de teleatendimento em neurologia, regulamentado no Sistema Único de Saúde (SUS) em 2022. Em funcionamento desde o ano passado, os novos ambulatórios já realizam, em média, 3.900 atendimentos por mês.

Readequações estruturais também foram realizadas na maternidade, no CTI pediátrico, nas enfermarias, nos consultórios, nas fachadas internas, no setor de imagem, nos telhados e na recepção e no corredor do ambulatório geral. O hospital ganhou ainda um novo centro de estudos, uma nova sala de acolhimento à família e um novo espaço para ouvidoria presencial.

– O Hospital Municipal Miguel Couto tem grande importância para os bairros da Zona Sul e também para a população da Rocinha, Vidigal, além de outras comunidades da região, para quem o acesso aos serviços privados de média e alta complexidade não é fácil. Todos os cariocas têm direito a um cuidado emergencial de qualidade, com recursos de ponta, instalações modernas e tratamento individualizado – disse o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz.

Lucilene Saturnino, de 43 anos, fez nesta terça-feira o teste ergométrico, que ficou pronto em poucos minutos.

– Vou fazer uma operação e o meu médico pediu para fazer esse teste. Vim encaminhada para cá e encontrei um hospital moderno, atendimento maravilhoso. Assim todo mundo pode ter mais segurança no resultado dos exames.

Na rede municipal de saúde, a oferta de atendimento ambulatorial em neurologia aumentou mais de cinco vezes nos últimos quatro anos: foram 22.252 vagas disponibilizadas em 2023 contra 4.096 em 2020. Também ofertada na unidade, a especialidade de cardiologia encerrou 2023 com 30.208 vagas ofertadas, quatro vezes mais do que o registrado em 2020 (7.808).

– Hoje realizamos mais uma entrega aos nossos usuários. É um prazer trazer uma reforma tão importante como essa do ambulatório para os pacientes. Precisamos sempre pensar no melhor acolhimento e na excelência do atendimento. Esse é o verdadeiro valor do SUS – disse o diretor do Hospital Municipal Miguel Couto, Cristiano Chame.

Referência no atendimento de emergência de traumas, o Hospital Miguel Couto é integrado ao CER Leblon (Centro de Emergência Regional), dedicado ao atendimento de emergências clínicas. Inaugurada em 1936, a unidade hoje conta com 321 leitos e realiza, em média, cerca de 7.300 atendimentos por mês, sendo 800 internações e 615 cirurgias.

Categoria:

  • 9 de abril de 2024


  • Link Original