Últimas Notícias
São Gonçalo já adota recomendações do MPRJ em relação a pessoas com autismo


São Gonçalo já adota recomendações do MPRJ em relação a pessoas com autismo

Município oferece centros de atendimento e carteira de identificação

A Prefeitura de São Gonçalo já adota várias ações dentre as mencionadas pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, para aprimorar o atendimento a pessoas com autismo. O MPRJ emitiu notificação, em caráter de recomendação, a vários municípios, nesta última segunda-feira. Em São Gonçalo, a Prefeitura já implantou atendimento multidisciplinar que estimula a sociabilidade e centro de atendimento em saúde com diversas especialidades.  

 O município conta com vários equipamentos voltados para o tratamento do TEA, ligados às secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social, e garante a emissão da Carteira Municipal Simplificada para pessoas com TEA e Síndrome de Down, inclusive com solicitação podendo ser realizada de forma online, pelo aplicativo Colab, e no Espaço Azul (local mantido pela Prefeitura no São Gonçalo Shopping). No Espaço Azul, dedicado exclusivamente ao atendimento e prestação de serviços para pessoas com transtorno do espectro autista (TEA) e Síndrome de Down, mais de 1500 crianças e suas famílias já foram atendidas em um ano. A unidade oferece acolhimento para as famílias e a pessoa com TEA e Síndrome de Down; orientações sobre emissão de 2ª via de documentos, passe livre, cartão de estacionamento e benefícios sociais; divulgação e promoção de eventos especiais e exclusivos para pessoas com TEA e síndrome de Down. A Secretaria de Educação de São Gonçalo conta, atualmente, com dois Centros de Referência em Autismo que, de forma gratuita, atendem pessoas com laudo de Transtorno do Espectro Autista (TEA). As unidades, que ficam no Gradim e no Centro, são pioneiras no atendimento ao autista, sendo São Gonçalo o único município do Estado do Rio que oferece tal estrutura com recursos próprios. Este ano, a cidade pretende iniciar as obras do terceiro centro, no Mutondo. Além disso, a Educação do município também atende alunos da rede que possuem TEA e outros transtornos ou deficiências no Centro de Inclusão Municipal Helen Keller (CIM), no Vila Lage. A Secretaria de Saúde oferece atendimento multidisciplinar, com psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, psicopedagogos e assistente social, além de transcritora de braile, intérprete de libras e nutricionistas, no Centro Especializado de Reabilitação CER III, em Neves. A unidade também oferece neurologistas, ortopedistas, oftalmologistas, otorrinolaringologistas e pediatras. A Clínica da Criança também oferece atendimento a pessoas com autismo, nas áreas de neurologia, fisioterapia e psicologia.





Link Original