Últimas Notícias
São Gonçalo tem ação especial no dia de combate à hanseníase


São Gonçalo tem ação especial no dia de combate à hanseníase

Espaço Saúde não Pode Esperar fará palestras e avaliações de pele

O Dia Nacional de Combate e Prevenção da Hanseníase é nesta quarta-feira, 31 de janeiro. Com o tema “Hanseníase – Não tenha preconceito. Identifique, trate e cure”, o Espaço Saúde Não Pode Esperar, no Shopping São Gonçalo, fará palestras de conscientização, avaliações das manchas de pele e dará orientações sobre a doença nesta quarta, a partir das 10h. Não há necessidade de agendamento.

     A campanha Janeiro Roxo foi criada para alertar sobre a importância da prevenção, diagnóstico precoce e tratamento adequado da hanseníase. Além das atividades sobre a doença, o espaço também vai oferecer sessões de quiropraxia, auriculoterapia e dinâmicas motivacionais, das 10h às 16h, para a população em geral. 

     Ainda estarão disponíveis os serviços de rotina do Espaço Saúde Não Pode Esperar como testes rápidos de sífilis, HIV e hepatites B e C; aferição de pressão arterial e glicemia; vacinação contra a gripe, coronavírus, tríplice viral e meningocócica C; e teste rápido de PSA – exame de sangue que pode detectar o câncer de próstata. 

   “A informação é essencial para a população. Se ela não sabe o que tem e o que o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece para tratamento, ela vai continuar disseminando a doença. A intenção dessas atividades é chamar atenção dos gonçalenses para a importância do diagnóstico precoce”, disse Aline Serra, responsável pelo Espaço Saúde Não Pode Esperar e coordenadora do Núcleo de Atenção Permanente em Saúde (Neps). 

  O Espaço Saúde Não Pode Esperar é uma parceria da Secretaria de Saúde da Prefeitura de São Gonçalo com o São Gonçalo Shopping, no Boa Vista, fica nas lojas 243 e 244 (ao lado da loja Magalu) e funciona de segunda a sexta, das 10h às 17h. 

Hanseníase – A hanseníase tem cura e o tratamento é totalmente gratuito e disponível no Sistema Único de Saúde (SUS). Quanto mais cedo for diagnosticada e tratada, melhor o resultado e menor a chance do paciente ter sequelas físicas. 

     A população deve levar a sério a importância de vigiar o próprio corpo, buscando atendimento médico caso encontre mancha esbranquiçada, avermelhada ou amarronzada que não coça e altera a sensibilidade da pele ao calor, à dor e ao tato. Após a confirmação da hanseníase, o tratamento se torna importantíssimo, já que a doença pode levar à incapacidade física irreversível.

   Ela é transmitida por meio das vias aéreas, fala, tosse ou espirro e se dá por meio de uma pessoa doente e sem tratamento. No entanto, ela não passa através de contato, como abraço, aperto de mão ou qualquer tipo de carinho. 

    O tratamento da hanseníase só é feito na rede pública de saúde e leva de seis meses a um ano. Em São Gonçalo, os atendimentos e tratamentos acontecem nos polos sanitários Hélio Cruz, em Alcântara; Augusto Sena, em Rio do Ouro e Washington Luiz Lopes, no Zé Garoto, sempre de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h.

Endereços dos Polos Sanitários

Hélio Cruz: Rua da Concórdia, s/nº, Alcântara

Augusto Sena: Avenida Eugênio Borges, s/nº, km 7, Rio do Ouro 

Washington Luiz Lopes: Praça Estephânia de Carvalho, s/nº, Zé Garoto





Link Original